A empresa       Iniciantes     Acessórios    Aero Glow       Aero elétricos       Aeromodelos hobby        Aeromodelos importados        Cd da Hobby       Clubes        Concursos       Consertos       Construtores       Suas dúvidas        Eventos        Forum           Grupos de email         Lições        LOJA         Manual do aeromodelista         Marcas        Motores    Motores (explodida)     Pilotos       Plantas         Rádios          Rádio (instalação)           Simulador de Vôo           Simulador de orçamento        Utilidades diversas

 

    CLIQUE PARA CONHECER A HOBBY ESPORTES - A LOJA/ESCOLA DE AEROMODELISMO

 

 

 Por Jorge Augusto do Amaral Werlich

 Selo_Hobbys.gif (6206 bytes)

 Este artigo tem como objetivo demonstrar uma maneira prática, interessante e boa para que você projete e construa se próprio aeromodelo sem a ajuda de uma planta, ou melhor, você irá fazer a planta de seu aeromodelo. Através deste projeto, você pode fazer um modelo na escala que você desejar.

Bom, seguiremos alguns passos para facilitar o andamento do projeto.

 
Escolha do modelo
Confecção dos moldes
Projetando o Aeromodelo
Construindo
Fazendo partes em Fibra de Vidro
Dando o acabamento no aeromodelo
 

Obs.: Será dado ênfase para a construção da fuselagem, tendo em vista de que existem diversas técnicas referentes a construção das asas. Diria que uma das melhores formas de fazer a asa é com isopor.

 

 

ESCOLHA DO MODELO

A vida é baseada em escolhas, e a escolha do modelo é muito importante. Esse projeto pode ser feito com qualquer tipo de modelo, desde treiners até jatos, mas eu aconselho a utilização dele em modelos acrobáticos, que exigem um baixo peso e uma certa resistência. O meu projeto é baseado no Extra 300S para motor 46 (modelo da planta)

Planta do Extra 300S

 

 CONFECÇÃO DOS MOLDES

Esta parte, já é bem conhecida de todos nós, foi demonstrada no artigo vencedor do concurso passado, artigo feito por Rafael Metring. Esta parte condiz em fazer um esboço da fuselagem em isopor (que pode ser o P1) para que sejam tirados do mesmo, partes que servirão de molde para a confecção de cavernas e estruturas do aeromodelo.

É aquele método em que devemos fazer 2 moldes da vista superior do modelo e 2 moldes da lateral. Cortar, arredondar e pronto. Não ha segredo nenhum nesta parte. Mais detalhes em: (aqui eu tenho que por o endereço de onde esta o artigo do Rafael... eu ñ lembro onde esta...rsssssss)

Terminado esta etapa você terá o molde da fuselagem do seu aeromodelo em suas mãos.

 

PROJETANDO O AEROMODELO

Agora esta parte é muito especial, pois é a parte onde você irá projetar como vai ser a fuselagem do seu aeromodelo. É indispensável o uso de uma régua (com escala em cm e polegadas) e uma canetinha com a ponta fina.

Esta parte exige uma planejamento especial, pois esse passo definirá tudo em relação a seu modelo.

Para iniciar, você deve fazer as seguintes marcações no molde de isopor: o local do canopy, da carenagem do motor e da asa. Corte estas partes, mas não jogue fora nenhuma delas, pois você ainda utilizará essas partes.

Após ter cortado, você irá fazer as marcações para a confecção dos moldes das cavernas. suponha que a figura seja o molde de isopor. Olhe como devem ser feitas as marcações.

Observe que a caverna F1 (parede de fogo), tem o dobro da espessura em relação as outras.

Anote em uma caderneta, o espaço entre cada caverna (Ex: entre F1 e F2, 5cm. e entre F2 e F3, 4,5cm), para lhe ajudar na hora da construção.

Após ter marcado todas as cavernas no molde de isopor, você deverá marcar o centro da fuselagem pela lateral e pelo dorso do mesmo.

Agora corte cada caverna nas marcas feitas por você. Utilize um pedaço de trena (daquelas q são bem flexíveis) para "enrolar" no isopor e fazer um corte reto. Após ter cortado todas, espalhe-as sobre uma mesa e una os pontos que estão na borda das cavernas de isopor. Esses pontos, são vestígios da marcação feita anteriormente para marcar o centro do molde de isopor.

Feito essa marcação nos moldes das cavernas, faça cortes quadrados com 1/4" nas bordas de cada caverna. Observe a figura para melhor entendimento.

Esta figura é referente à caverna F3. Observe as linhas (horizontal e vertical), os cortes de 1/4", o buraco para o depósito de combustível e os orifícios para a sustentação da asa.

Após ter feito todo esse processo, em todas as cavernas, risque elas na madeira (preferencialmente BALSA) e corte.

Estão feitas então as cavernas de seu novo aeromodelo.

obs.: Os moldes de isopor podem ser guardados para futuras construções, ou então podem servir para que você desenhe as peças em papel para a confecção de uma planta.

Agora vamos falar do leme e do profundor do aeromodelo.

Essa parte é muito simples. A melhor forma de faze-los é com varetas (eu utilizo a de 1/4"). Desenhe no papel da maneira que você desejar, sempre lembrando de reforçar os locais onde serão postos as dobradiças e os horns. Não tem mistério nisso!

 

CONSTRUINDO

Para construir a fuselagem, proceda da seguinte maneira: pegue 2 longarinas de BALSA com 1/4" s.q.,  que alcance da 1ª caverna até a última, coloque as 2 longarinas sobre uma mesa e cole com epoxi caverna por caverna, lembrando do espaço que deve haver entre cada uma (lembra da cadernetinha???). Após ter colado todas as partes e deixado secar, cole as longarinas do lado oposto e deixe secar. Após a secagem completa, cole a mesa de servos em um lugar determinado por você (eu diria que deve ficar próximo da asa), fixe o depósito de combustível no local certo (entre F2 e F3), cole também reforços na região onde será fixado o trem de pouso e também o lugar onde será fixada a asa. Tendo colocado todas estas partes, cole o restante das varetas em seu respectivos lugares. Lembre-se de colar o assoalho do cockpit. Após a secagem destas últimas varetas e das demais partes, chapeie toda a fuselagem com um balsa de 1/16". Espere a secagem, corte os locais onde serão postos o leme e o profundor, se for preciso, reforce essas regiões, e pronto.

Construa o leme e o profundor de acordo como você os projetou, e cole-os em seus devidos lugares. 

 

FAZENDO PARTES EM FIBRA DE VIDRO

Essa parte é muito interessante, pois lhe ajudará a reduzir o custo de seu modelo consideravelmente, sem contar que você poderá fabricar estas partes sempre que precisar.

ATENÇÃO: Com a técnica que demonstrarei agora, você poderá fazer aeromodelos em fibra de vidro, basta você substituir os moldes (no caso da explicação, carenagem do motor) pelo molde da fuselagem. Qualquer tipo de aeromodelo pode ser feito com fibra de vidro, é só saber manusear.

Lembra-se de que quando você fez o molde da fuselagem em isopor, você retirou a parte da carenagem do motor? Pois é, agora você irá precisar dela para fazer os moldes, para a confecção dessas partes em fibra de vidro.

Preparando os moldes: Geralmente quando trabalhamos com o isopor ele esfarela um pouco, eu sugiro que você pegue massa corrida (essas para reparos em paredes) e de uma mão em todo o molde, por favor, de uma mão fininha pra não alterar as dimensões da peça, deixe secar a massa (aproximadamente 2-4 h) e de uma leve lixada para deixar a superfície bem lisa. Aplique uma mão de tinta, de um acabamento de 1ª pronto.

 Fazendo as partes em fibra de vidro.

A fibra que eu utilizo é a mesma utilizada em reparos automotivos. Essa fibra pode ser encontrada em qualquer oficina de chapeação.

A resina para fazer o endurecimento da fibra pode ser a mesma utilizada nas oficinas ou então epoxi. Eu diria que epoxi é melhor, pois proporciona uma maior dureza a peça.

Com o auxílio de um pincel, espalhe a resina por todo o molde, e logo após, coloque a fibra de vidro pressionado com o auxílio de uma espátula ou algo parecido, contra a parede da forma. Deixe secar, e repita o processo quantas vezes forem necessárias.

Após a secagem, retire com u auxílio de uma espátula e com muito cuidado as partes de fibra.

Eu gosto de fazer sempre em duas metades, e após isso, uno uma a outra com uma pequena tira de fibra de vidro. Para dar o acabamento final na peça, utilize uma lixa d'água 400 para tirar qualquer irregularidade, e depois da lixa 400, eu costumo usar a lixa d'água 1200, essa praticamente da um polimento para a fibra. Passe por toda a peça (com cuidado pra não quebrar ela). Pinte da maneira que você desejar. 

Esta feita então sua peça em fibra de vidro.

Você pode fazer também as polainas e o canopy (caso deseje).

 

 DANDO O ACABAMENTO NO AEROMODELO

Para finalizar o aeromodelo, falta apenas a entelagem e a linkagem. 

Você pode entelar da maneira que melhor lhe agrada, com o material que você preferir.

Coloque a linkagem, os acessórios, rádio, motor e  pronto. Coloque a asa calcule o CG e faça os procedimentos de rotina (trimagem).

Tenho absoluta certeza de que você sentirá mais prazer em ir para a pista e ver o seu aeromodelo voar. Você sentira uma satisfação inigualável.

 

 

 O autor deste artigo esta com seus 19 anos e reside na cidade de Lages, Planalto Catarinense. 

Atualmente está na 2ª fase do curso de Medicina Veterinária. 

Tem o aeromodelismo como um hobby, e uma paixão de infância.

e-mail para contato: jorgewerlich@hotmail.com.br 

 


Hobby Esportes: Divulgação do aeromodelismo e lealdade com o desportista


Se quiser receber notícias fresquinhas e promoções através de seu E-mail, clique no nosso "Livro de Visitas" e cadastre-se

 

<---- volta para home page